estudio-de-fotografia-como-montar-studio-de-foto-estudio-fotografico-dicas-730x483

Como conseguir jobs como modelo?

Desculpe a redundância, mas comece do começo, a carreira de modelo é disputadíssima e você precisa estar preparada, invista em você leia o maximo e fique atenta as dicas de quem entende do mercado, pois conseguir trabalhos como modelo por conta própria é difícil, por isso você deve procurar uma agência de modelos para intermediar a negociação e apresentar você a possíveis clientes, pesquise sobre a agência antes de ir, conheça bem e se informe com outros modelos sobre as praticas de mercado desse local, fique atento(a) para não cair em furada.

Não vá até uma agencia se você estiver crua, a Lux Models atua preparando e lançando modelos para o mercado, ou seja, profissionalizando-os para que quando chegar a hora de ir em uma agência estejam preparados para ficar cara a cara com o booker e ter a possibilidade de ser aprovado para um job quando estiver participando de um casting. Estando preparado você pode se agenciar com tranqüilidade pois você terá condições para se sair bem e estar a frente de outros(a) candidatos, será muito mais fácil ser aprovado e fazer seu primeiro trabalho.

roupa-social-1-1522870790941_v2_1536x1024

Que roupa usar ao ir em uma agência de modelos

Você sabe qual look escolher na hora de visistar uma agência? – Vamos te dar algumas dicas importantes, fique atento e arrase na hora de fazer sua entrevista, procure se atualizar constantemente, lembre-se de sua personalidade, ter estilo e estar na moda são pontos cruciais nesse momento, mas tome cuidado com exageros, dê preferência por um conjunto básico, evite roupas muito coloridas e com estampas, nada de show de brilhos, valorize seu corpo, lembre-se que o destaque deve ser você e não o que veste.

Looks que sempre dão certo:

Meninas: Jeans Skinny e regata ou blusinha em cores neutras, branco, preta ou cinza, lisas sem estampas ou detalhes chamativos, maquiagem nude, batom mais próximo do tom da pele, unhas bem feitas com base.

Meninos: Calça jeans, Camiseta branca ou preta também sem estampas. Cabelo penteado e unhas bem feitas, há e não menos importante, calçado escuro.

Essas dicas vão te ajudar a se destacar em uma avaliação pois deixam a sua beleza natural em evidencia e é isso que os produtores e bookers avaliam em uma entrevista.

maxresdefault

Profissão Modelo

Ano após ano, mais e mais pessoas se interessam pela carreira artística e o mercado da moda, com a chegada da internet e a disseminação das redes sociais, a nova febre é os influenciadores digitais, um mercado gigante porém disputado, poucas pessoas conseguem alcançar o tão sonhado sucesso, pelo simples fato de não estarem preparadas para os novos tempos que vivemos, onde campanhas são criadas para muitas plataformas e a pluralidade de perfis é a nova regra, muitos mitos e crenças estão caindo por água, para te ajudar separamos algumas dicas de como se tornar um(a) modelo profissional e arrasar nas passarelas ou nas redes sociais.

Decidi ser Modelo e agora?

Primeira coisa que você precisa ter consciência que nem tudo na vida de modelo é fama e glamour, você precisara se esforçar muito e acostumarem-se com os “nãos” muito comuns no início de carreira dos “New Faces” (novos rostos) , os resultados talvez não apareçam na velocidade que gostaríamos e aprender a lidar com isso contribuirá para construção de uma carreira mais sólida, será necessário muito esforço e dedicação, embora a carreira de modelo tenha suas vantagens, badalação e carreira internacional dentre as desejadas, será preciso preparação e dedicação para conquistar os degraus mais altos deste pódio.

Comprometa-se com a profissão

Já ouviu aquele ditado? -”Beleza não Poe mesa.”
É exatamente isso, beleza não é tudo você vai precisar se comprometer com a carreira, ou seja, dedicar-se a ela e aprender e se preparar o máximo que poder estar sempre em melhoria continua, sua missão como modelo é trazer resultados para a marcar que lhe contrata, apresentando o produto ou serviço com eficácia. .
Tenha calma nada cai do céu.
Ser modelo é construir uma carreira, embora aconteça cases de modelos e artistas que fizeram sucesso instantâneo essa não é a regra, por isso você precisa ter calma e agir com coerência procurando sempre aumentar sua rede de contatos, para que as possibilidades se ampliem e você seja chamado para mais testes, não leve criticas para o lado pessoal e cresça com elas

Busque inspiração.

Inspiração não é imitação, tome cuidado! – Construir uma identidade no mundo da moda não é fácil, buscar referencias positivas, conheça a história e trajetória de outros modelos e artístas, veja quais foram os desafios e como foram superados, isso contribuirá para moldar você, criar seu estilo e desenvolver sua atitude. Fique tranqüila a cada novo trabalho sua experiência vai aumentar e suas habilidades vão estar em desenvolvimento.

Ser modelo é muito legal, mas nunca se esqueça que é uma profissão que deve ser respeitada e precisa de preparação e formação como qualquer outra.

wegfhiwe

Os Principais Motivos que Fazem os Modelos Desistirem da Carreira

Os Principais Motivos que Fazem os Modelos Desistirem da Carreira

Dificuldades da Carreira de Modelo
Trabalhar como modelo não é algo fácil – aliás, está longe disso. Principalmente para pessoas que apostam nessa profissão. Quando me refiro em apostar, me refiro àquele garoto ou garota que sai de uma família humilde e investe seu tempo e dinheiro na busca pelo sucesso. Existem muitos fatores que podem levar alguém a desistir dessa carreira. Dificuldades e obstáculos – internos e externos – que podem te fazer sentir que essa profissão não é para você.
Então se, nesse momento, você quer ser modelo com todas as forças, você precisa tomar cuidado com esses 4 fatores que podem dificultar seu caminho:

1. Autocrítica Elevada
Como falado anteriormente, a decisão de ser modelo é muito difícil, pois está ligada diretamente aos sonhos das pessoas. É muito complicado você criar expectativas, investir tempo e dinheiro e não conseguir conquistar o seu espaço nessa carreira super concorrida.
Há uma estimativa de que a cada 10 pessoas que começam a trabalhar como modelo, apenas 3 continuam na carreira. Qual o motivo de tanta desistência de uma carreira tão próspera e cheia de “glamour”?

O primeiro fator é o psicológico!
O sonho de ser modelo está diretamente associado à beleza – e isso acaba criando uma pressão interna muito grande. Aí nascem as inseguranças e começamos a nos questionar sobre nossa aparência e se somos, de fato, “bonitos o suficiente”.
Sabemos que a beleza da diversidade é bastante forte hoje. Mesmo assim, é extremamente difícil, para algumas pessoas, aceitar a si próprias como elas são.
Todos temos dias em que nos sentimos feios, esquisitos, assim ou assado. Mas – REVELAÇÃO BOMBÁSTICA – a beleza não é o que mais importa no mundo da moda! Não acredita? Há inúmeros exemplos de modelos de sucesso que nunca foram vistas como a menina mais linda da escola. Então, acredite: beleza não é tudo – nem no mundo da moda.
Sabendo disso, a sua performance vai depender muito mais de habilidades como: atitude, conhecimento do corpo, variedade de poses, energia positiva, e outras mais.
Manter um estado psicológico positivo é, sem dúvidas, a nossa principal ferramenta para nos impulsionar a alcançar nossos objetivos.
Quando estamos abalados, desmotivados, tristes, negativos, é muito mais provável que o mundo nos retorne coisas negativas. E falando de carreira de modelo, é muito mais difícil de sermos aprovados naquele job com um cachezão.

2. Não se Adequar ao Mercado
Como falamos, muitos modelos começam na carreira mas não conseguem se manter. Em muitos casos – e por vários motivos – isso não é culpa de quem desistiu! Algumas pessoas começam e, simplesmente, descobrem que a carreira de modelo não é para elas.
É apenas quando conhecemos o mercado e tudo o que o envolve que conseguimos decidir se aquilo é, de fato, o que queremos para nossas vidas. E tudo bem!
Se você, que está começando a modelar, tem dúvidas se essa profissão é pra você, busque mais informações sobre o meio, conheça outros modelos e espere para ter alguma experiência que te ajude a decidir.
E, se você decidir que esse mundo, simplesmente, não é para você, tudo bem! Aliás, o quanto antes você identificar isso, melhor! Assim você vai poder correr atrás daquilo que realmente faz o seu olho brilhar.

3. Excesso de Pressão
Essa talvez seja uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos modelos – principalmente pelas mulheres. São elas as maiores vítimas de cobranças descabidas em relação aos seus corpos.
Muitas agências conseguem manter uma relação saudável com seus modelos, o que faz com que seus modelos sejam saudáveis em todos os sentidos. A consequência disso é que os modelos ficarão ainda mais motivados a atender às expectativas da agência e dos clientes.
Mas essa boa relação entre modelos e agência nem sempre é uma realidade. Nesses outros casos, ameaças e chantagens emocionais são usadas por profissionais dessa área como estratégia para “lidar” com seus modelos.
Isso chama-se “pressão psicológica” e essa pressão não parte de dentro para fora – ela parte de fora para dentro. Ou seja, todo tipo de manipulação emocional a que os modelos estão sujeitos a enfrentar no dia a dia da carreira.
O que vem de fora pode nos atingir de formas que – se deixarmos – podem ser muito perigosas. Palavras podem ferir profundamente e causar traumas. Então, o que nós podemos fazer para nos defender, é tentar nos preparar para isso. Temos que acreditar em nós mesmos, nas nossas qualidades, habilidades, conhecer nossas forças, saber que pessoas podem ser invejosas e maldosas. Não podemos acreditar em tudo o que falam sobre nós. Precisamos tentar nos “blindar” a essa negatividade.
E nós, modelos, precisamos ir além: devemos combater esse tipo de atitude e. Se você sofrer algo do tipo, busque outra agência, outro booker, até mesmo outra cidade – se isso for viável. Assim como existem muitas pessoas agindo sem nenhum profissionalismo, existem muitas outras batalhando no caminho certo, assim como você. As pessoas boas existem! Não desista só porque encontrou algumas laranjas podres no caminho.

4. Não Conseguir Manter as Medidas
Partimos do princípio que evoluímos com o tempo. Que o nosso corpo está em constante transformação. Isso é um fato, tanto para mulheres,quanto para homens. As medidas que uma modelo tinha com 15 anos de idade, estão longe de ser aquelas que tem hoje.
Certa vez um programa de televisão mostrou um apartamento dividido entre modelos mulheres e havia um aviso na geladeira, colocado lá pela própria agência que representava as modelos. O aviso dizia o seguinte: “boca fechada, dinheiro no bolso”!
O que significa que, se você quer ganhar dinheiro, precisa seguir uma dieta rígida, por que você precisa manter um corpo de adolescente. Eles estavam pedindo uma condição física que só seria possível, para muitas modelos, mantendo o foco absoluto, o que é “normal” neste meio.

Não é para Qualquer Um
Essa, sem dúvidas, não é uma carreira para qualquer um. Não somente pela dificuldade de se enquadrar nos perfis da moda, mas também pelas dificuldades enfrentadas pela grande maioria dos modelos no dia a dia da profissão.
Não basta apenas querer muito… precisa ter muita garra e perseverança! E, acima de tudo, modelos precisam ter um psicológico muito forte.
Então, se você não é do meio e está buscando seu lugar ao sol, eu espero não ter te assustado! Afinal, você pode ter tudo para ser um ou uma grande top model.
Mas a nossa missão é essa: Te dar a real sobre a carreira de modelo!
Se você gostou, deixe um comentário, compartilhe com um amigo! Mostre pra sua mãe – porque, no fim das contas, ela quer saber tanto quanto você. Enfim, ajude a disseminar a iniciativa para que mais pessoas possam se beneficiar do conhecimento que estamos compartilhando aqui.
Um abração e até a próxima!

Fonte: http://modeltomodel.com.br/dificuldades-da-carreira-de-modelo/

safe_image-27

Quando um modelo está pronto para o mercado internacional?

Grande parte dos jovens que desejam ser modelo, querem trilhar carreira no mercado internacional. Sonham em ver seus nomes estampados em publicações e estrelar campanhas nos mais diversos lugares do mundo. Mas para isso é preciso saber falar outras línguas, ter o apoio da família, se preparar da melhor maneira possível e ter o maior cuidado para não cair em armadilhas.

Quando um modelo está pronto para o mercado internacional?
A grande verdade é que não existe uma fórmula apenas, mas existem pistas que podemos observar que nos ajudam a concluir se é o momento de embarcá-lo para o internacional: se a pessoa está em SP ou RJ e não para de sofrer porque deixou a família no interior do Brasil, ela não está pronta para uma distância maior; demonstrar falta de maturidade nas situações cotidianas como convivência com outras modelos ou mau comportamento em testes e trabalhos também são sinais de alerta de que o modelo não está pronto. Gente muito manhosa, mimada e muito pouco flexível… sinal vermelho neles também!
Mas a grande verdade é que só descobriremos a realidade quando expusermos o modelo àquele mercado. As atitudes no dia a dia do modelo aliás, me dirão se ele está pronto inclusive para permanecer como modelo no eixo Rio-SP;

Quem quer ser um cidadão do mundo, tem que se tornar um cidadão do mundo.
É preciso ter cultura, ler sobre outros costumes e países, estudar inglês, olhar os sites das grandes agências internacionais, entender a concorrência, treinar andamento e poses para construir um repertório… e se aprimorar continuamente.
É possível passar uma temporada fora do país, sem ter trabalhado antes no Brasil?
Sim, é bastante possível isto… existem meninos e meninas de grande potencial internacional e cuja primeira experiência será lá fora antes. Agora, o risco também é bastante grande e é preciso ser muito bem planejado: existe o choque cultural, a falta de vivência no mercado de modelos, dependendo do mercado de destino a alta concorrência que se enfrenta, imaturidade… até o clima e a culinária podem interferir no resultado. Não ter o que chamamos de “savoir faire” ou jogo de cintura pode ser um fator de desânimo e mesmo desistência em muitos casos. Mas com boa orientação e planejamento, é possível sim.

Por que muitos modelos têm a primeira experiência internacional na Ásia?
Na Ásia, a exceção clara do Japão, existem mercados no qual o nível de concorrência é baixo para os novos modelos e o volume de trabalhos é bem maior.
Quando falamos em carreira internacional, tem muito mais modelos sonhando e dispostos a ir para Paris que para Guangzhou no interior da China… então, iniciar por lá acaba sendo um bom negócio para o modelo novato e para sua agência. É como se fosse um mercado escola: o modelo acorda e dorme pensando em trabalho, aprimora o inglês, fica rápido, ou seja, vira modelo mesmo!!!
E aí quando chegar a um mercado mais importante e concorrido, como o Europeu, já estará mais experiente e com dinheiro no bolso. É ainda uma boa estratégia inicial.

Quer saber mais da carreira de modelo? Agende uma visita conosco em Porto Alegre ou Florianópolis.